Resumo da Noite - 29/04

Pittsburgh Penguins 5 x 3 New York Rangers (Jogo 3)
Jogando fora de casa os Penguins continuam invictos nos playoffs e com a vitória de ontem quase que carimbam seus passaportes para a final da conferência. Logo com pouco mais de um minuto de jogo Marian Hossa marcou para os Penguins. Martin Straka empatou para os Rangers mas a equipe da pensilvânia marcou mais dois gols, com Georges Laraque acertando um belo e chute e Evgeni Malkin chutando do meio da rua. No segundo período os Rangers empataram com os gols de Ryan Callahan e Jaromir Jagr mas os Penguins denovo assumiram a ponta no gol de Evgeni Malkin (o segundo dele no jogo). No período final Ryan Malone aumentou para os Penguins. Os Penguins lideram a série por 3 a 0.

San Jose Sharks 1 x 2 Dallas Stars (OT) (Jogo 3)
Os Stars deram um passo importantissimo na busca pela vaga as finais de conferência. No período inicial Patrick Marleau se aproveitou de um vacilo da defesa dos Stars fez um belo gol em desvantagem numérica. No segundo período os Sharks bem que tentaram, mas pararam em Marty Turco. No período final Sergei Zubov empatou a partida, levando a decisão para a prorrogação. No tempo extra Mike Ribeiro deu um bom passe paras Mattias Norstrom que não desperdiçou e deu a vitória aos Sharks. Com o resultado, os Stars agora lideram a série por 3 a 0.

Detroit Red Wings 4 x 3 Colorado Avalanche (Jogo 3)
No último jogo da noite os Wings venceram os Avs fora de casa e agora estão a um passo da classificação. No período inicial Cody McLeod marcou para os Avs. Os Wings foram para cima e empataram com o gol de Pavel Datsyuk e viraram um minuto depois com Johan Franzen. No segundo período os Wings ampliaram com o gol de Pavel Datsyuk (segundo gol dele no jogo). Andrew Brunette descontou para os Avs só que Henrik Zetterberg fez 4 a 2 para os Wings. No período final Andrew Brunette fez seu segundo gol no jogo mas ficou nisso.
Continue Lendo

O Mundo em Disputa



O Mundial de hóquei no gelo de 2008 começa nessa sexta feira, dia 2 de maio e se estende até o dia 18 de maio, e será disputado no Canadá, nas cidades de Halifax (Nova Scotia) e em Quebec City (Quebec). As arenas utilizadas serão a Halifax Metro Center (com capacidade para 10.595 lugares) e na Colisée Pepsi (com capacidade para 15.750 lugares). Essa será a edição de número 72 do torneio, celebrando o 100' aniversário da federação internacional de hóquei no gelo, e como não poderia ser diferente, sendo disputado no Canadá, país onde o hóquei foi concebido. O torneio ainda vale como classificatório, pois garante vaga para as 9 melhores Seleções para os Jogos Olímpicos de Inverno de 2010, que serão disputados em Vancouver, também no Canadá.
FASE PRELIMINAR
As 16 seleções participantes estarão divididas em quatro grupos. As 3 melhores seleções de cada grupo avançam para uma fase classificatória, enquanto o último de cada grupo disputa uma espécie de fase de repescagem. Esses são os grupos:
GRUPO A
Suécia
Suíça
Bielarus
França
GRUPO B
Canadá
Estados Unidos
Lituânia
Eslovênia
GRUPO C
Finlândia
Eslováquia
Alemanha
Noruega
GRUPO D
República Tcheca
Rússia
Dinamarca
Itália
FASE DE CLASSIFICAÇÃO
Como já foi dito, as 3 primeiras Seleções classificadas na fase preliminar de cada grupo avançarão
para a fase classificatória e serão colocadas em 2 grupos; assim as 3 seleções classificadas nas primeiras posições tanto no Grupo A, como no Grupo D farão parte de um novo grupo, o Grupo E. Assim ficará o novo grupo:
GRUPO E
A1
A2
A3
D1
D2
D3
As 3 Seleções classificadas nas primeiras posições tanto no Grupo B, como no Grupo C farão parte de um novo grupo, o Grupo F. Assim ficará o novo grupo:
GRUPO F
B1
B2
B3
C1
C2
C3
Cada Seleção fará 3 jogos, ou seja, enfrentarão as Seleções que estão no mesmo grupo agora, mas que vieram de grupos opostos. (Ex.: O A1 jogará contra o D1, o D2 e o D3; o A2 jogará contra o D1, D2 e o D3 e o A3 jogará com o D1, D2 e D3 também, totalizando os 3 jogos de cada equipe).
As 2 melhores Seleções de cada um desses grupos (E e F) avançam para as Quartas de Finais.
FASE DE REPESCAGEM
As 4 piores Seleções de cada grupo da fase preliminar disputarão a fase de repescagem, fase essa que irá decretar qual será o país rebaixado para a Divisão I da IIHF (International Ice Hockey Federation) do próximo ano. Essas 4 Seleções serão emparelhadas e realizarão 2 séries melhor de 3 jogos. Esses jogos farão parte do Grupo G, como se vê a seguir:
GRUPO G
Série G1
A4 X D4
D4 X A4
A4 X D4
Série G2
B4 X C4
C4 X B4
B4 X C4
REGRAS
PONTOS
Os pontos serão distribuídos da seguinte maneira:
* Vitória no tempo regular - 3 pontos.
* Vitória em Overtime ou em Shutout - 2 pontos.
* Derrota em Overtime ou em Shutout - 1 ponto.
* Derrota no tempo regular - 0 ponto.
Se um jogo empatar no tempo regular, haverá Overtime de 5 minutos, sendo que cada equipe terá 4 patinadores no gelo, e será adotada a Sudden Death (Morte Súbita). Se o empate persistir haverá Shutout com 3 jogadores de cada equipe cobrando as penalidades.
EXCEÇÕES.: QUARTAS DE FINAL, SEMI FINAL E MEDALHA DE BRONZE, nesses jogos o Overtime será com 10 minutos de duração, já a disputa da MEDALHA DE OURO poderá haver um Overtime com 20 minutos de duração.
CRITÉRIO DE DESEMPATE
Se houver empate em pontos entre alguma Seleção, os seguintes critério serão aplicados.:
1) Maior número de pontos alcançados no confronto direto;
2) Melhor saldo de gols alcançados no confronto direto;
3) Maior número de gols marcados no confronto direto;
4) Seguem-se os passos 1,2 e 3 com os jogos envolvendo a melhor Seleção de cada grupo, não envolvida no confronto direto;
5) Segue-se o passo 4 com os jogos envolvendo a segunda melhor Seleção de cada grupo, não envolvida no confronto direto;
6) Continua esse processo com todos os jogos entre as outras Seleções não envolvidas no confronto direto.

Marcelu sonhou que era Wayne Gretzky por uma noite...
Continue Lendo

Resumo da Noite - 28/04

Montreal Canadiens 2 x 3 Philadelphia Flyers (Jogo 3)
No único jogo da noite, os Flyers venceram os Habs e tomaram a liderança da série. No primeiro período não tivemos gols, com as equipes sendo bastante iguais tanto na deesa como no ataque. No segundo período os Flyers abiram o marcador em um belo gol de Scottie Upashall. Mike Richars se aproveitou de uma bobeira da zaga e fez o segundo dos Flyers com a ajuda de Carey Price e RJ Umberger fez 3 a 0 marcando de rebote. No período final os Habs tentaram uma reação e encostaram no placar marcando duas vezes, com Thomas Plekanec e Saku Koivu. Os Flyers lideram a série por 2 a 1.

Alexandre Almeida torce para a Seleção Finlandesa e espera que ela enfim conquiste o campeonato mundial em 2008.
Continue Lendo

Resumo da Noite - 27/04

Dallas Stars 5 x 2 San Jose Sharks (jogo 2)

Mais uma vez o Dallas Stars não tomou conhecimento de seu anfitrião. Assim como fez com o Anaheim Ducks, quando ganhou os 2 primeiros jogos em Anaheim, culminando com uma eliminação até certo ponto fácil dos Ducks por 4 a 2 na série; os Stars agora venceram os 2 jogos que fizeram contra a equipe dos Sharks na cidade de San Jose. Os Sharks até que tentaram dificultar o jogo terminando o segundo período com a liderança no placar por 2 a 1, mas com um terceiro período incandescente, os Stars fizeram 4 gols e terminaram o jogo com uma vitória por 5 a 2. Para os Sharks marcaram: Pavelski (PPG; 1st) e Michalek (2nd). Para os Stars marcaram: Ribeiro (1st), Richards (3rd), Modano (PPG; 3rd), Hagman (3rd) e Hagman (empty net; 3rd). Dos 31 chutes sofridos contra sua meta, Marty Turco parou 29 tacadas dos Sharks, já Evgeni Nabokov dos 25 chutes que sofreu acabou sendo vazado em 4 oportunidades pelos Stars, (ainda houve um gol em rede vazia). Os Stars mais uma vez conseguem reverter uma vantagem adversária e agora levam a série com 2 a 0 de vantagem para Dallas, onde fazem os 2 próximos jogos. A série está em 2 a 0 para o Dallas Stars.

New York Rangers 0 x 2 Pittsburgh Penguins (jogo 2)

Os Penguins confirmam a fase de melhor time do Leste, e seguem sem ter perdido um jogo sequer nesses playoffs. Ontem em seus domínios, o time mais uma vez superou os Rangers, dessa vez por 2 a 0. Para o time de Pittsburgh o conforto de ter vencido deus 2 jogos em casa, para os Rangers a obrigação de tentar reverter um quadro que se mostra completamente desfavorável. Marcaram para os Penguins: Staal (PPG; 2nd) e Hall (empty net; 3rd), já o ataque do time nova iorquino passou em branco. Dos 31 chutes que foram ao gol dos Rangers, Henrik Lundqvist foi vazado em apenas um deles (o outro gol foi em rede vazia) totalizando 30 defesas, já Marc-Andre Fleury defendeu todos os 26 chutes contra sua meta garantindo assim seu shutout. Os Rangers agora levam para Nova York um déficit de 2 derrotas na série, e precisam fazer prevalecer a força de seu território e a pressão de sua fanática torcida. A série está em 2 a 0 para o Pittsburgh Penguins.

Marcelu está de volta ao "lar" digo ao Blog, mas muito contente de saber que nesses dias que esteve ausente deixou o Blog em ótimas mãos...Valeu Bruno, valeu Xandy!!!
Continue Lendo

Resumo da Noite - 26/04

Colorado Avalanche 1 x 5 Detroit Redwings (jogo 2)
Série: 0-2

COL:
Laperriere, I. (02:38 in 3rd)

DET:
Franzen, J. (PPG, 04:22 in 1st), Franzen, J. (PPG, 04:04 in 2nd), Filppula, V. (05:42 in 2nd), Zetterberg, H. (10:11 in 2nd), Franzen, J. (SHG, 08:47 in 3rd)

Philadelphia Flyers 4 x 2 Montreal Canadiens (jogo 2)
Série: 1-1

PHI:
Umberger, R. (05:53 in 1st), Carter, J. (PPG, 08:39 in 1st), Briere, D. (13:33 in 2nd), Umberger, R. (17:39 in 3rd)

MTL:
Koivu, S. (PPG, 16:18 in 1st), Markov, A. (01:26 in 3rd)
Continue Lendo

Resumo da Noite - 25/04

New York Rangers 4 x 5 Pittsburgh Penguins (jogo 1)
Série: 0-1

NYR:
Straka, M. (PPG, 13:40 in 1st), Drury, C. (01:52 in 2nd), Avery, S. (03:37 in 2nd), Gomez, S. (10:04 in 3rd)

PIT
:
Ruutu, J. (08:13 in 2nd), Dupuis, P. (08:27 in 2nd), Hossa, M. (04:40 in 3rd), Sykora, P. (05:00 in 3rd), Malkin, E. (PPG, 18:19 in 3rd)

Dallas Stars 3 x 2 San Jose Sharks (OT) (jogo 1)
Série 1-0

DAL:
Modano, M. (PPG, 06:06 in 2nd), Morrow, B. (09:09 in 2nd), Morrow, B. (04:39 in 1st OT)

SJS:
Michalek, M. (04:50 in 2nd), Cheechoo, J. (16:58 in 3rd)
Continue Lendo

Maratona no Gelo

Ontem á noite foi realizado o jogo mais longo da história da AHL, que durou 5 prorrogações de 20 minutos cada, ao total o jogo só terminou 5 horas e 38 minutos após ter começado. O jogo envolvia as equipes do Philadelphia Phamtoms e do Albany River Rats. A equipe da Philadelphia desferiu incriveis 101 chutes a gol e o goleiro dos River Rats, Michael Leighton fez um recorde de 98 defesas contra 65 defesas em 67 chutes sobre o goleiro dos Phamtoms Scott Munroe que conseguiu a vitória. O gol da vitória dos Phamtons foi marcado por Ryan Potulny aos 2 minutos e 58 segundos da 5ª prorrogação.

Na NHL, o jogo mais longo da história ocorreu em 24 de Março de 1936, e acabou após 176 minutos e 30 segundos de jogo, quando Mud Bruneteau marcou dando a vitória ao Detroit sobre o Montreal Maroons.

VEJA O GOL DA VITÓRIA DOS PHAMTOMS NA 5ª PRORROGAÇÃO.


Alexandre Almeida aguentaria 5 prorrogações para ver um bom jogo de hóquei.
Continue Lendo

Resumo da Noite - 24/04

Philadelphia Flyers 3 x 4 Montreal Canadiens (OT) (Jogo 1)
Jogando em casa os Habs sofreram mas conseguiram a vitória no primeiro jogo da série. No primeiro período os Flyers começaram muito bem e marcaram dois gols, marcaram RJ Umberger e Jim Dowd. No segundo período os Habs entraram muito melhores e conseguiram empatar a partida com os gols de Andrei Kostitsyn e Alexei Kovalev. No período final os Flyers logo desempataram com Joffrey Lupul aos 19 segundos. Faltando apenas 29 segundos para o fim de jogo, Alexei Kovalev, denovo ele, empatou a partida levando para a prorrogação. Em um início rápido dos Habs, Tom Kostopoulos fez o gol da vitória dos Habs.

Colorado Avalanche 3 x 4 Detroit Red Wings (Jogo 1)
Os Wings conseguiram a primeira vitória na série jogando em casa. No primeiro período Paul Stastny marcou para os Avs em um bom passe de Ryan Smyth. Após isso os Wings marcaram três vezes com Henrik Zetterberg, Daniel Cleary e Johan Franzen. No segundo período os Wings aumentaram para 4 a 1 a vantagem com o belo gol de Johan Franzen (o segundo dele no jogo). Os Avs ainda esboçaram uma reação marcando duas vezes, com John-Michael Liles e Milan Hejduk. No terceiro período os Avs ainda pressionaram mas pararam em Chris Osgood, que fez uma boa partida.
Continue Lendo

Semi-Finais de Conferência

NHL
ROAD TO STANLEY CUP 2008



CONFERÊNCIA LESTE

Montreal Canadiens (1º) x Philadelphia Flyers (6º)

Pittsburgh Penguins (2º) x New York Rangers (5º)





CONFERÊNCIA OESTE

Detroit Redwings (1º) x Colorado Avalanche (6º)

San Jose Sharks (2º) x Dallas Stars (4º)




Data dos confrontos


Palpites
Bruno: Montreal x Pittsburgh - Detroit x Dallas
Alexandre: Montreal x New York - Detroit x San Jose
Continue Lendo

Resumo da Noite - 22/04

Philadelphia Flyers 3 x 2 Washington Capitals (OT) (Jogo 7)
Em uma partida emocionante do começo ao fim os Flyers conseguiram a sua classificação. No 1° período Nicklas Backstrom com oportunismo fez 1 a 0 para os Capitals. Scottie Upshall empatou para os Flyers em um vacilo do goleiro Cristobal Huet. No 2° período Patrick Thoresen empurrou Steve Eminger contra o goleiro dos Capitals, fazendo com que ele caísse e saísse completamente do gol, Sami Kapanen se aproveitou e fez o gol da virada dos Flyers. Alexander Ovechkin empatou a partida em uma boa jogada. No 3° período as duas equipes criaram bastante oportunidades, mas Martin Biron e Cristobal Huet fizeram boas defesas. O jogo foi para a prorrogação e com pouco mais de 6 minutos, em uma vantagem numérica para os Flyers, Kimmo Timonen chutou, o goleiro dos Capitals defendeu mas não conseguiu afasta-lo fazendo com que Joffrey Lupul pegasse o rebote e fizesse o gol da classificação dos Flyers. A equipe enfrentará os Habs nas semi-finais da conferência Leste.

Calgary Flames 3 x 5 San Jose Sharks (Jogo 7)
Jogando em casa os Sharks conseguiram a classificação frente ao Calgary Flames. No primeiro período Joe Thornton marcou para os Sharks e Jarome Iginla deixou tudo empatado dois minutos depois. No segundo período os Flames viraram com o gol de Owen Nolan. Após isso os Sharks marcaram quatro vezes, duas vezes com Jeremy Roenick, uma vez com Joe Pavelski e uma vez com o novato Devin Setoguchi. No terceiro período Wayne Primeau fez o terceiro dos Flames mas de pouco adiantou. Os Sharks enfrentarão os Stars na semi-final da conferência Oeste.
Continue Lendo

Vergonha no Quebec


Na noite de ontem o Montreal Canadiens venceu por 5 a 0 o Boston Bruins de fechou a série em 4 a 3, passando para o segundo round dos playoffs. A torcida fanática do time que mais venceu a Stanley Cup finalmente vê o time, após 13 anos, com chances de brigar pelo título, saiu as ruas para comemorar.

O palco foi a rua Saint-Catherine, a 3 quadras da casa do time, o Centre Bell, onde estão as maiores rede de lojas e restaurantes da cidade. Em linguagem popular, é a rua mais "badalada" da cidade. A festa começou bonita e pacífica, como na foto à cima. Mas aos poucos a empolgação somada a bebida tomou conta dos torcedores, que deram um espetáculo digno de estádios de futebol do terceiro mundo. Quebra-quebra generalizado. Saques a lojas, carros queimados, confrontos com a polícia, foram algumas das cenas que tomaram conta do centro de Montreal. Dez lojas foram danificadas e dezesseis carros da polícia. Ainda dezesseis pessoas, incluindo três menores, foram presas.

Hoje, em entrevista coletiva, o chefe da polícia Yvan Delome disse à imprensa: "Nós fizemos nosso melhor para proteger todo os negócios no centro da cidade. Mas eu estou desapontado com as ações de pequenos grupos que tentaram causar disordem no centro." e completou "Os crimes estão ligados à um pequeno grupo de pessoas e nós estamos trabalhando para evitar esse tipo de ação no futuro."


É facíl compreender a paixão dos torcedores pelo time em um país como nosso que vemos as maiores loucuras de torcedores pelos seus clubes de futebol. Para nós uma notícia dessa também não é novidade. Mas para uma cidade do Canadá, que é tida como um pedaço da Europa na América do Norte, é incompreensível.




Bruno Sader é torcedor do Habs, morou em Montreal, e está surpreso com a atitude dos torcedores do time.

Continue Lendo

Resumo da Noite - 21/04

Boston Bruins 4 x 5 Montreal Canadiens (jogo 7)
Série: 3-4


Depois de 3 derrotas que assustaram os torcedores em Montreal, os Habs resolveram jogar e fecharam a série. Apesar do time de Boston ter entrado com tudo e colocando pressão nos donos da casa, o tricolor canadense abriu a o placar com Komisarek (com possível desvio de Koivu). Ainda assim os ursos pardos continuaram atacando mais. Porém Carey Price estava em noite inspirada e com 25 saves, que mais uma vez conseguiu o shootout não permitiu o gol de empate. No segundo período Streit marcou de longe, e depois com dois gols de Andrei e um de Sergei Kostitsyn, já na terceira parte, o bleu-blanc-rouge despachou Chara e companhia.

Washington Capitals 4 x 2 Philadelphia Flyers (jogo 6)
Serie: 3-3


O Flyers deu a pinta no começo do jogo que ia detonar o Caps e finalizar a série. Mike Richards no começo do 1º período já mandou na rede de Huet. No começo do 2º período Dany Briere, sempre ele, lider de pontos e gols na pós-temporada, fez o segundo para o Phila. Porém em uma bela troca de passes de Fedorov e Backstrom, o segundo mandou na rede, descontando para o time da capital. Semim ainda no segundo período empatou o jogo. Os times voltaram elétricos para o último segmento do jogo, mas dois jogadores brilharam. Primeiro Cristobal Huet fechou o gol fazendo um milagre atrás do outro. Depois, a grande estrela da liga e do time resolveu dar as caras pela primeira vez nos Playoffs. Alexander Ovechkin em uma roubada de bola saiu cara a cara com o goalie adversário e virou o jogo. Depois no Power Play, mandou do meio da rua no ângulo do gol adversário. Depois foram 10 minutos de defesas de Huet. Hoje temos o jogo 7.
Continue Lendo

Resumo da Noite - 20/04

Detroit Red Wings 3 x 0 Nashville Predators (Jogo 6)
Jogando em Nashville os Wings selaram a sua classificação. No primeiro período não tivemos gols, com os Wings pressionando mais e Dan Ellis fazendo boas defesas. No segundo período os Wings abriram o marcador em um gol meio inusitado. Os Wings estavam em desvantagem numérica e estavam com a posse do disco na zona neutra, Nicklas Lidstrom chutou em direção ao gol dos Predators, o disco quicou no gelo e enganou o goleiro Dan Ellis. No terceiro período Darren Helm fez boa jogada e passou para Jiri Hudler que mandou para as redes fazendo o segundo gol dos Wings. Brian Rafalski fez o terceiro em rede vazia. Com o resultado os Wings passam para as semi-finais da conferência e aguardam seu adversário.

San Jose Sharks 0 x 2 Calgary Flames (Jogo 6)
Os Flames empataram a série e levarão a decisão para o jogo 7. No período inicial Owen Nolan fez o primeiro dos Flames. No segundo período Daymond Langkow fez boa jogada e fez o segundo dos Flames. No período pressionaram mais, mas chutaram pouco a gol e o goleiro Miikka Kiprusoff teve ótima atuação. A decisão da série ficou para o jogo 7, que será realizado terça-feira, 22/04.

Anaheim Ducks 1 x 4 Dallas Stars (Jogo 6)
Os Stars enfim garantiram sua classificação sobre os Ducks. No primeiro período não tivemos gols com as duas equipes criando bastante e JS Giguere e Marty Turco trabalhando muito bem em suas metas. No segundo período Corey Perry marcou o primeiro e único gol dos Ducks no jogo em um vacilo de Marty Turco. No terceiro período os Stars foram para cima e viraram o jogo em menos de um minuto com os gols de Stephane Robidas e Stu Barnes. Loui Eriksson ainda marocu um belo gol no passe de Brad Richards. Mike Modano ainda marcou em rede vazia. Os Stars com o resultado, passam para as semi-finais de conferência e fecharam a série em 4 a 2.


Alexandre Almeida é torcedor do Anaheim Ducks e entende que o time dos Ducks jogou muito mal e mereceu ser eliminado. Mérito ao Dallas Stars.
Continue Lendo

Resumo da Noite - 19/04

Washington Capitals 3 x 2 Philadelphia Flyers (Jogo 5)
Em um jogo de vida ou morte os Capitals conseguiram uma boa vitória sobre os Flyers jogando fora de casa. No 1° período Alexander Semin deu um ótimo passe para o novato Nicklas Backstrom que não disperdiçou e colocou os Capitals a frente. No inicio dos 2° período Sergei Fedorov fez 2 a 0 para os Capitals. Vaclav Prospal ainda diminuiu para os Flyers. No último período Alexander Semin em dia inspirado mandou para as redes fazendo 3 a 1. Derian Hatcher fez o 2° dos Flyers mas ficou nisso. Os Flyers lideram por 3 a 2 na série.

Montreal Canadiens 4 x 5 Boston Bruins (Jogo 6)
Em um jogo emocionante os Bruins empataram a série e vão para o jogo 7. No primeiro período Christopher Higgins se aproveitou de um vacilo da zaga dos Bruins e fez os primeiro dos Habs. No 2° período Phil Kessel deixou 3 jogadores dos Habs para trás e empurrou para as redes, 1 a 1. Em uma jogada curiosa Tomas Plekanec saiu da penalty box com velocidade e fez uma bela jogada marcando o 2° gol dos Habs. No último período o jogo pegou fogo. Vladimir Sobotka recebeu bom passe de Peter Schaefer e empatoua partida. Francis Bouillon colocou os Habs na frente e Milan Lucic empatou. Phil Kessel virou para os Bruins e Christopher Higgins empatou 10 segundos depois. Faltando menos de 3 minutos para o fim, Marco Sturm marcou dando a vitória para os Bruins. Os Habs que venciam a série por 3 a 1 relaxaram e deixaram os Bruins empatar e agora vmoas ter jogo 7.

Minnesota Wild 1 x 2 Colorado Avalanche (Jogo 6)
Jogando em Denver os Avs garantiram sua classificação para as semi-finais. No primeiro período Joe Sakic passou para Ben Guite marcar para os Avs em desvantagem numérica. Com pouco mais de 30 segundos do 2° período Aaron Voros empatou para o Wild e Ryan Smyth colocou os Avs denovo na frente. No último período o Wild bem que tentou mas não conseguiu passar pela boa defesa dos Avs e pela boa atuação do goleiro Jose Theodore. Assim os Avs passaram para as semi-finais da conferência Oeste e aguardam seu adversário.
Continue Lendo

Resumo da Noite - 18/04

New York Rangers 5 x 3 New Jersey Devils (Jogo 5)
Jogo em New Jersey os Devils não tiveram chance frente aos embalados NY Rangers. No 1° período Brian Gionta fez o primeiro dos Devils mas Michal Rozsival deixou tudo empatado menos de 20 segundos depois. Após isso os Rangers abriram uma vantagem de 2 gols, marcaram Jaromir Jagr e Scott Gomez. No 2° período Chris Drury fez 4 a 1 para os Rangers. Os Devils reagiram e conseguiram diminuir a vantagem em apenas um gol. Marcaram Bryce Salvador e Patrik Elias. No último período os Devils foram para cima mas não conseguiram passar da muralha Henrik Lundqvist. Brandon Dubinsky marcou o quinto gol dos Rangers em rede vazia. Com esse resultado os Rangers passaram para as semi-finais da conferência Leste.

Nashville Predators 2 x 1 Detroit Red Wings (OT) (Jogo 5)
Os Wings enfim acordaram e tomaram mais uma vez a liderança da série. No 1° período Valtteri Filppula fez para os Wings. No 2° período as duas equipes jogaram iguais mas os Wings tiveram as melhores chances, bem defendidas por Dan Ellis. No 3° período não foi diferente só que os Preds empataram com Radek Bonk, faltando apenas 44 segundos para o fim do jogo. Na prorrogação Johan Franzen fez um belissímo gol dando a vitória aos Wings no jogo 5. Os Wings lideram a série por 3 a 2.

Dallas Stars 2 x 5 Anaheim Ducks (Jogo 5)
Jogando em Anaheim os Ducks venceram e ainda respiram na série. No 1° período Corey Perry marcou para os Ducks e Mattias Norstrom deixou novamente tudo empatado. No segundo período Ryan Getzlaf aproveitou bom passe de Chris Pronger e colocou os Ducks novamente a frente no placar. No começo do terceiro período Teemu Selanne fez 3 a 1 para os Ducks. Mike Ribeiro descontou para os Stars e Sean O'Donnell fez o quarto gol dos Ducks. Todd Marchant ainda marcou em rede vazia. Os Stars ainda lideram a série por 3 a 2.
Continue Lendo

Resumo da Noite - 17/04

Washington Capitals 3 x 4 Philadelphia Flyers (2OT) (Jogo 4)
Os Flyers, jogando em casa, conseguiram uma importante vitória sobre os Capitals em um jogo emocionante e sofrido. No primeiro período Jeff Carter fez o primeiro dos Flyers com menos de um minuto de jogo e Niklas Backstrom empatou a partida dois minutos depois. Os Capitals ainda viraram o jogo com Alexander Semin, mas Jeff Carter marcou seu segundo gol da noite. No segundo período as equipes não criaram chances muito boas para marcar mas Steve Eminger colocou os Capitals na frente. No 3° período Daniel Briere empatou a partida e 3 a 3 e o jogo foi para a prorrogação. No 1° tempo da prorrogação as equipes jogaram iguais, atacando pouco e tendo poucas boas chances. Com pouco mais de 6 minutos do segundo tempo da prorrogação, Mike Knuble deu fim ao sofrimento, marcando o gol da vitória dos Flyers. Os Flyers lideram a série por 3 a 1.

Boston Bruins 5 x 1 Montreal Canadiens (Jogo 5)
Os Habs foram surpreendidos no jogo 5 levando uma goleada em casa. No primeiro período Alexei Kovalev fez o gol dos Habs. No segundo período s equipes jogaram iguais mas os Habs cometeram algumas penalidades em momentos errado. E em uma dessas oportunidades, Phil Kessel empatou a partida. No terceiro período, Carey Price cometeu inumeros erros e fez com que os Bruins alargassem a margem no placar. Marcaram Glen Metropolit, Zdeno Chara, Marco Sturm e Vladimir Sobotka. Mesmo com o resultado os Habs ainda lideram a série por 3 a 2.

Anaheim Ducks 1 x 3 Dallas Stars (Jogo 4)
Os Stars conseguiram sua primeira vitória em casa nesses playoffs. No primeiro período, em um erro da defesa dos Ducks, Joel Lundqvist fez o primeiro para os Stars. No segundo período os Daucks pressionaram mais, mas não conseguiram passar por Marty Turco. No 3° período os Stars jogaram muito melhor e fizeram dois gols com Stu Barnes e Steve Ott. Marty Turco já ia conseguindo seu segundo shotout na série quando Mathieu Schneider descontou. Os Stars lideram a série por 3 a 1.

Colorado Avalanche 3 x 2 Minnesota Wild (Jogo 5)
Os Avs conseguiram a liderança na série com uma ótima partida em Minnesota. No primeiro período, Andrew Brunette fez para os Avs e Pierre-Marc Bouchard empatou para o Wild no minuto final do período. No segundo período não tivemos gols, as equipes criando boas chances mas Jose Theodore e Niklas Backstrom defenderam bem suas metas. No último período Wojtek Wolski e Paul Stastny (um minuto depois) fizeram 3 a 1 para os Avs. Brian Rolston ainda diminuiu faltando 3 segundos para o fim. Os Avs lideram a série por 3 a 2.

Calgary Flames 3 x 4 San Jose Sharks (Jogo 5)
Os Sharks venceram o jogo 5 em casa, colocando a equipe mais uma vez na liderança da série. No primeiro período na tivemos gols. Mas no segundo período Jarome Iginla fez para os Flames mas os Sharks viraram com gols de Joe Pavelski e Patrick Marleau. No último período Jonathan Cheechoo marcou 2 gols. Daymond Langkow e David Moss ainda marcaram para os Flames que tentaram esboçar alguma certa reação. Os Sharks lideram por 3 a 2.
Continue Lendo

Resumo da Noite – 16/04

Pittsburgh Penguins 3 x 1 Ottawa Senators (Jogo 4)

Em mais uma partida perfeita os Penguins conseguiram a primeira varrida dos playoffs dessa temporada. Sobrou para os atuais vice campeões da Stanley Cup, o Ottawa Senators. Com gols de Malkin, Ruutu e Crosby para os Penguins, e de Stillman para os Sens os canadenses acabaram sendo eliminados em sua própria arena. Melhor para o time de Pittsburgh que segue adiante nos playoffs. Pior para o Ottawa que fez uma campanha simplesmente ridícula nesses playoffs. A série terminou em 4 a 0 para o Pittsburgh Penguins.

New Jersey Devils 3 x 5 New York Rangers (Jogo 4)

Os Rangers mais uma vez confirmaram o bom momento que vivem nesses playoffs. Em mais uma bela exibição diante de sua torcida o time não deu chances de recuperação na série para os Devils. Com gols de Gomez (2), Straka, Drury e Staal ficaram a uma vitória de despachar o rival dos playoffs. Para os Devils marcaram Elias (2) e Mottau. No próximo jogo a ser disputado sexta feira dia 18/04 os Rangers poderão conseguir o feito de se garantir na próxima rodada dos playoffs e ao mesmo tempo eliminar os Devils diante de sua própria torcida. Será que conseguem?? A série está em 3 a 1 a favor do New York Rangers.

Detroit Red Wings 2 x 3 Nashville Predators (Jogo 4)

Nessa série o que parecia improvável aconteceu. Depois de abrir 2 vitórias de vantagem sobre os Predators, o time de Detroit perdeu os 2 jogos realizados em Nashville e acabaram cedendo o empate na série. Para o Wings marcou: Datsyuk (2), já para os Predators marcaram: Hamhuis, Weber e DeVries, garantindo assim novamente o equilíbrio à essa série. Série essa que retorna para a cidade de Detroit na sexta feira 18/04, completamente aberta e sem favorito, mas uma coisa é certa, o mandante sempre faz prevalecer o seu mando de jogo sendo assim teoricamente o Detroit leva uma ligeira vantagem para esse jogo. A série está empatada em 2 a 2.
Continue Lendo

Resumo da Noite - 15/04

Montreal Canadiens 1 x 0 Boston Bruins (jogo 4)
Série: 3 -1

Mais uma vez o Habs venceu mas não convenceu na série. Boston tentou prevalecer seu mando, como no 3º jogo quando ganhou no OT. Os dois goalies, Tim Thomas e o garoto Carey Price, fizeram partidas excelentes com 27 saves para cada um. A única diferença é que Montreal deu 28 shots. E esse chute que foi parar no fundo das redes de Boston veio do defesa Patrick Brisebois, que após excelente jogada de Andrei Kostitsyn, que avançou pelo flanco esquerdo de ataque, deu a volta na meta adversária e rolou para quase a linha azul, de onde o companheiro soltou a bomba e foi pra galera. Em 11 jogos no ano é a 10ª vitória dos Canadiens que tem tudo para fechar a série no próximo jogo.

Washington Capitals 3 x 6 Philadelphia Flyers (jogo 3)
Série: 1 - 2

Em mais uma grande partida de Dany Briere, o Flyers manteve o mando na série, que tinha obtido após a vitória na capital. O primeiro perídodo estava calmo e sem muitas chances, quando em 3 minutos, o time da casa marcou três vezes e o visitante uma. O segundo período foi mrno com um gol para cada lado. Com menos de cinco minutos do terceiro período jogados, Green, em seu terceiro gol na série, marcou para o Caps, que com apenas um gol atrás, deu início a uma pressão enorme em cima do Flyers. Mas uma escapada de Mike Richards, de apenas 23 anos, resultou em um penalty shot para o time da casa, que o próprio converteu colocando entre as pernas de Huet. Washington se jogou em cima do rival mas logo o Phila sacaramentou a vitória com um gol de Empty Net.

Anaheim Ducks 4 x 2 Dallas Stars (jogo 3)
Série: 1 - 2

O time da Califórnia, após duas goleadas em seu território, decidiu mostrar para os texanos porque são os atuais campeões da Stanley Cup. Com uma atuação impecável, principalmente no primeiro período, no qual marcou 3 vezes, o Ducks abriu uma vantagem de 4 a 0, sem dar chance ao Stars. O left defense Chris Ponger mostrou que também faz bonito no ataque, marcando duas vezes. No último período Morrow ainda marcou duaz vezes em situações de Power Play para Dallas. O incrível aproveitamento, em situações de um homem a mais, do time do Texas, nessa série, tem sido uma dos principais destaques da equipe. Quinta-feira acontece o jogo 4, novamente na casa do Stars.

San Jose Sharks 3 x 2 Calgary Flames (jogo 4)
Série: 2 - 2

Em mais um jogo emocionante, o San Jose devolveu a derrota sofrida em casa para o time canadense. Logo no começo o capitão artilheiro Jerome Iginla abriu o placar para o Flames. O Sharks foi buscar o empate com Clowe, após rebote em chute de Marleau. No segundo período, com uma bomba do meio da rua, Phaneuf recolocou o Flames em vantagem. Cheechoo, há menos de 5 minutos por jogar no último período, sem ângulo, empatou para os visitantes. E há 7 segundos do fim do jogo, após um chute de longe, Joe Thornton fez o gol da vitória para os tubarões e calando o mar vermelho.

Minnessota Wild 1 x 5 Colorado Avalanche
Série: 2 - 2

Na noite de ontem, o time de Denver, fez jus ao nome e passou como uma avalanche por cima do pobre time do norte dos Estados Unidos. No segundo período, o placar já marcava 5 a 0 para o mandante. Atordoado, o Wild apenas descontou em um gol de short-handed do jovem Mikko Koivu, que por sinal é o único que anda jogando pelo lado de Minneapolis. O capitão do time Gaborik, que jogou muito durante a temporada regular, caiu demais de produção nos playoffs, para não dizer maldosamente que "amarelou". Quinta feira que vem a série continua.
Continue Lendo

Resumo da noite – 14/04

Pittsburgh Penguins 4 x 1 Ottawa Senators

O time dos Penguins continua mantendo o favoritismo na série e depois da vitória de ontem por 4 a 1 está a um jogo de varrer os Senators e fechar a série em quatro jogos. O jogo mostrou mais uma vez a força ofensiva dos Penguins, que até com certa facilidade acabou fazendo seus gols contra o time canadense. Para os Penguins marcaram pela ordem: Talbot, Crosby, Staal e Hossa, já para os Sens quem anotou o único gol do time no jogo foi Foligno (e que belo gol diga-se de passagem). Os Sens jogam o quarto jogo também em seus domínios e precisam desesperadamente da vitória para não serem eliminados frente à sua própria torcida... Os Penguins lideram a série por 3 a 0.

Detroit Red Wings 3 x 5 Nashville Predators

Ontem os Predators deram indício de que podem dificultar as coisas para o time de Detroit, pois depois de saírem perdendo o jogo por 2 a 0, conseguiram não só empatar como virar o jogo, garantindo uma vitória essencial para os planos da equipe de se manter viva nos playoffs. Uma vitória incontestável, de um time que jogou sabendo da pressão que tinha sob suas costas, em cima de um Red Wings abatido, desconcentrado, que acabou levando 2 gols em uma diferença de tempo de apenas 9 segundos. Os Predators estão mais vivos do que nunca na série, e tem que aproveitar o outro jogo que farão em casa para empatar o confronto... Para os Predators marcaram: Radulov, Legwand, Suter, Arnott e Erat. Para os Wings marcaram: Draper, Hudler e Datsyuk. Os Wings lideram a série por 2 a 1.

Minnesota Wild 3 x 2 Colorado Avalanche

Ainda ontem mais um jogo movimentou a rodada. Em Denver o Colorado Avalanche recebeu a visita do Minnesota Wild com a série empatada em 1 a 1. Mais uma vez o confronto foi decidido no primeiro overtime e mais uma vez quem levou a melhor foi o time de Minnesota. No jogo mais empolgante da conferência o Wild acabou vencendo por 3 a 2 graças ao bom desempenho de alguns de seus principais jogadores. O Avs precisa vencer o próximo jogo, também em Denver, para não permitir que o time de Minnesota leve o jogo decisivo para seu próprio território, o que tornaria a missão do Avalanche muito mais complicada. Para o Wild marcaram Koivu, Rolston e Bouchard, já para o Avs marcaram: Brunette e Sakic. O Wild agora lidera a série por 2 a 1.
Continue Lendo

Tchau Nonis!

O Vancouver Canucks demitiu ontem seu Gerente Geral Dave Nonis após o time ficar de fora dos playoffs pela 2ª temporada em 3 anos no cargo. Nonis esteve na organização por 6 anos como diretor de operações após se tornar GM da equipe antes do Lockout de 2004.

Os Canucks também ficaram de fora dos playoffs na temporada 2005-06, a primeira de Nonis no cargo. Ele após isso demitiu o técnico Marc Crawford e mudou metade da equipe. Entre suas mudanças está a troca de Todd Bertuzzi para a Florida e a vinda do super goleiro Roberto Lungo para Vancouver.

Nonis então construiu uma equipe em torno de Luongo com ênfase principalmente na defesa e com isso respondeu vencendo a divisão Noroeste por 105 pontos (o recorde da franquia) na última temporada sob o comando do técnico Alain Vigneault que conquistou o prêmio de Técnico do ano.

Nesta temporada os Canucks não foram bem e após sofrer com muitas lesões entre seus atletas ficaram de fora dos playoffs por 3 pontos. O time também não fez por merecer, vencendo apenas 1 dos seus últimos 8 jogos.


Alexandre Almeida acha que Brian Burke não deve voltar para Vancouver , pelo bem dos Canucks e do Anaheim Ducks.
Continue Lendo

Resumo da Noite - 13/04

Philadelphia Flyers 2 x 0 Washington Capitals (Jogo 2)
Jogando em Washington os Flyers empataram a série contra os Capitals. E fizeram isso já primeiro período. RJ Umberger anotou o primeiro para os Flyers e Jeff Carter fez o segundo dos Flyers no rebote de Cristobal Huet. No restante do jogo, os Capitals não conseguiram se acertar e os Flyers atacaram mais e criaram muito mais chances de gol.

Montreal Canadiens 1 x 2 Boston Bruins (OT) (Jogo 3)
Os Bruins finalmente retornaram ao Banknorth Garden e conseguiram sua primeira vitória na série. No período inicial Milan Lucic recebeu bom passe de Peter Schaefer e fez 1-0 Bruins. No 2° período Tom Kostopoulos fez o gol de empate dos Habs. No terceiro período as equipes não arriscaram muito a gol e os goleiros de ambas as equipes jogaram muito bem. Na prorrogação Marc Savard acertou um belo chute dando a vitória ao Bruins. Os Habs ainda lideram a série por 2 a 1.

New Jersey Devils 4 x 3 New York Rangers (OT) (Jogo 3)
Os Rangers retornaram ao Madison Square Garden mas perderam o primeiro jogo na série. No 1° período Sergey Brylin fez o primeiro dos Devils no rebote de Henrik Lundqvist. Os Rangers empataram com o novato Brandon Dubinsky. No 2° período Sean Avery virou o jogo para os Rangers mas Patrik Elias e Zach Parise colocaram os Devils em vantagem. Os Rangers pressionaram bastante no 3° período mas conseguiram apenas o empate com Brandon Dubinsky anotando seu segundo gol da noite. Na Prorrogação John Madden marcou decretando a vitória dos Devils. Os Rangers ainda lideram a série por 2 a 1.

San Jose Sharks 3 x 4 Calgary Flames (Jogo 3)
Jogando em casa os Flames fizeram uma grande virada e venceram os Sharks. O time californiano começou fazendo três gols em menos de 5 minutos de jogo com Ryane Clowe, Patrick Marleau e Douglas Murray. Jarome Iginla marcou para os Flames deixando o jogo em 3 a 1. No 2° período os Flames jogaram melhor e conseguiram diminuir a vantagem dos Sharks para um gol quando Daymond Langkow marcou. No terceiro período os Flames continuaram o bom ritmo de jogo e viraram o placar com Dion Phaneuf e Owen Nolan, este marcando no fim do jogo. Com a vitória os Flames novamente assumiram a liderança da série em 2 a 1.

OBS: Ontem, durante a partida entre Calgary e San Jose, pelos playoffs da Conferência Leste, o jogador do Flames Cory Sarich deu um dos hits mais impressionantes de toda a temporada no jogador do time adversário Patrick Marleau. A trombada fez sangrar o olho e o nariz do jogador do Sharks. O camisa 12 do SJS estava olhando o centro do gelo, porcurando por um parceiro de time para passar o puck quando de repente, como uma betoneira desgovernada a mais de 200km/h vindo em sua direção... Sarich o atropelou em um lance TOTALMENTE LEGAL (que rendeu punição "apenas" por briga depois ao mesmo). A torcida comemorou como se fosse um gol.

Veja o VÍDEO do super Hit.



Bruno Sader e Alexandre Almeida acham que futebol também deveria ser assim.
Continue Lendo

Resumo da Noite - 12/04

Nashville Predators 2 x 4 Detroit Redwings (jogo 2)
Série: 0-2
NSH:
Radulov, A. (PPG, 02:19 in 2nd), Tootoo, J. (02:30 in 2nd)
DET:
McCarty, D. (02:26 in 1st), Lidstrom, N. (PPG, 00:39 in 2nd), Draper, K. (05:00 in 2nd), Holmstrom, T. (10:03 in 3rd)


Boston Bruins 2 x 3 Montreal Canadiens (OT) (jogo 2)
Série: 0-2
BOS:
Schaefer, P. (03:58 in 3rd), Krejci, D. (PPG, 09:34 in 3rd)
MTL:
Hamrlik, R. (18:30 in 1st), Kostitsyn, S. (01:50 in 2nd), Kovalev, A. (PPG, 02:30 in 1st OT)


Dallas Stars 5 x 2 Anaheim Ducks (jogo 2)
Série: 2-0
DAL:
Ribeiro, M. (06:28 in 1st), Lehtinen, J. (PPG, 01:28 in 2nd), Modano, M. (PPG, 05:47 in 3rd), Richards, B. (06:42 in 3rd), Eriksson, L. (14:36 in 3rd)
ANA:
Selanne, T. (PPG, 03:41 in 2nd), Moen, T. (16:19 in 2nd)
Continue Lendo

Resumo da Noite - 11/04

Philadelphia Flyers 4 x 5 Washington Capitals (jogo 1)
Série: 0-1

Colorado Avalanche 2 x 3 Minnessota Wild (jogo 2)
Série: 1-1

New York Rangers 2 x 0 New Jersey Devils (jogo 2)
Série: 2-0

Ottawa Senators 3 x 4 Pittsburgh Penguins (jogo 2)
Série: 0-2

(Devido a prblemas pessoais de tempo, Bruno não traz o resumo dos jogos; E pede desculpa para leitores e companheiros de Blog)
Continue Lendo

Resumo da Noite – 10/04

Boston Bruins 1 x 4 Montreal Canadiens (Jogo 1)

Sem surpresas, deu a lógica nesse primeiro jogo da série. Mais uma vez os Bruins sucumbiram à força ofensiva dos Habs e agora somam 9 derrotas seguidas nesse ano, 8 pela temporada regular e 1 nos playoffs. E os Habs jogando no Bell Centre e com o apoio de seus torcedores não precisaram de muito tempo para mostrar de quem é o favoritismo nessa série, aos 0,34 segundos do jogo faziam o primeiro gol com Sergei Kostitsyn, e aos 2 minutos ainda do primeiro período já venciam os Bruins por 2 a 0, com gol anotado por Andrei Kostitsyn. Ainda no primeiro período os Bruins descontaram com Shane Hnidy, mas Brian Smolinski no segundo período anotou o terceiro gol para os Habs e Tom Kostopoulos no terceiro período decretou números finais à partida anotando o quarto gol dos Habs. Carey Price parou 17 chutes dos Bruins enquanto Tim Thomas defendeu 28 chutes do Habs. A série fica em 1 a 0 a favor do Montreal Canadiens.

Nashville Predators 1 x 3 Detroit Red Wings (Jogo 1)

Mais um jogo em que a lógica prevaleceu, e o time da casa venceu. Jogando na Joe Louis Arena, o Detroit Red Wings abriu o placar com Johan Franzen aos 6 minutos do primeiro período, porém com 18 minutos jogados do segundo período os Preds empataram o jogo com Jordin Tootoo, dando mais emoção ao jogo. Jogo esse que acabou sendo decidido no terceiro período, quando Henrik Zetterberg marcou duas vezes, aos 7 minutos e depois outro aos 19 minutos. Dan Ellis terminou o jogo com 37 defesas pela equipe dos Predators, já Dominik Hasek parou 19 chutes fazendo com que o Detroit Red Wings abrisse 1 a 0 na série.

Calgary Flames 0 x 2 San Jose Sharks (Jogo 2)

O San Jose precisava de uma vitória para não jogar no desespero no Canadá contra os Flames, e conseguiram! Depois de um primeiro período bem estudado em que as equipes não saíram do 0x0, o jogo esquentou no segundo período, e a favor dos Sharks. Aos 5 minutos Joe Pavelski abriu o placar para a equipe da Califórnia, e mais tarde aos 18 minutos no Power play, Torrey Mitchell faria o segundo gol. No terceiro período o San Jose Sharks soube administrar a diferença de 2 gols do placar e levou dessa maneira até o final do jogo. A vitória coloca os Sharks novamente na série, e os deixa em igualdade de forças contra os Flames para o próximo jogo.
Mikka Kiprusoff parou 41 chutes dos Sharks, já Evgeni Nabokov parou os 21 chutes dos Flames, garantindo assim seu primeiro shutout nesses playoffs, e empatando a série em 1 a 1.

Dallas Stars 4 x 0 Anaheim Ducks (Jogo 1)

O Dallas Stars simplesmente humilhou os atuais campeões da Stanley Cup, Anaheim Ducks com um avassalador 4 a 0 em pleno Honda Center. E os Ducks mais uma vez pagam o preço por jogarem de maneira tão física e agressiva como vem jogando nos últimos anos. Os Ducks sofreram nada mais nada menos que 4 gols em 7 penalidades, o que dá mais de 50% em um único jogo!!! Aos 11 minutos do primeiro período, gol no Power play de Steve Ott, mais tarde ainda no primeiro período aos 17 minutos, gol no Power play de Loui Eriksson, no segundo período foi a vez de Jere Lehtinen anotar aos 4 minutos o terceiro gol de Power play da noite para os Stars e aos 17 minutos ainda do segundo período Brenden Morrow jogava a última pá em um Ducks “morto” no gelo diante de sua própria torcida. Jean Sebastien-Giguere terminou o jogo com 33 defesas em chutes dos Stars e Marty Turco conseguiu para todos os 23 chutes do Ducks, garantindo seu primeiro shutout desses playoffs. A série está 1 a 0 a favos do Dallas Stars.
Continue Lendo

Resumo da Noite - 09/04

New York Rangers 4 x 1 New Jersey (Jogo 1)
Jogando em casa a equipe do New Jersey Devils foi surpreendida pelos Rangers numa belíssima partida. No 1° Período as equipes jogaram de igual para igual fazendo boas jogadas e armando bons contra-ataques mas não conseguiram passar de Martin Brodeur e Henrik Lundqvist. Logo no começo do do 2° Período Brendan Shanahan recebeu bom passe de Scott Gomez e chutou forte, Brodeur ainda tentou defender mas estava com grande parte da visão encoberta, 1 a 0 Rangers. Ainda no segundo período, em uma vantagem numérica a favor dos Devils, o time foi para cima e fez grande pressão na equipe de New York que acabou cedendo o empate no gol de Paul Martin. No 3° Período Ryan Callahan se aproveitou de um grande descuído dos Devils e marcou em desvantagem numérica colocando os Rangers denovo a frente no placar. Sean Avery aumentou no rebote de Brodeur e Nigel Dawes fez em rede vazia sacramentando a vitória dos Rangers no primeiro jogo da série.


Pittsburgh Penguins 4 x 0 Ottawa Senators (Jogo 1)
Jogando em casa os Penguins não tiveram muitas dificuldades para vencer os Sens. Logo no começo do 1° Periodo Gary Roberts fez o primeiro gol dos playoffs e o primeiro gol dos Penguins. Petr Sykora ainda deixou o seu no 1° periodo fazendo 2 a 0 Penguins. No 2° período os Sens tentaram e tentaram mas não conseguiram passar pela boa defesa dos Penguins e da noite inspirada de Marc-Andre Fleury. No terceiro período Malkin deixou o seu. O período foi marcado por uma briga geral entre as duas equipes iniciada por Sidney Crosby. Gary Roberts ainda fez mais um garantindo a goleada por 4 a 0.


Colorado Avalanche 3 x 2 Minnesota Wild (OT) (Jogo 1)
Jogando fora de casa o Avs venceu o Wild numa partida eletrisante. No 1° período o Wild foi para cima dos Avs anulando a maioria dos ataques e pressionando o todo tempo mas Jose Theodore segurou bem as pontas. No 2° Período os Avs foram para cima e abriram o marcador com o Kurt Sauer ainda no começo. Ryan Smyth ampliou a vantagem para 2 a 0. O jogo até então parecia decidico, mas o Wild não pensou duas vezes e empatou a partida rapidamente no 3° período com Mikko Koivu e Todd Fedoruk. A partida foi para a prorrogação e Joe Sakic fez o gol da vitória dos Avs com pouco mais de 11 minutos.


Calgary Flames 3 x 2 San Jose Sharks (Jogo 1)
Mais uma vez o time visitante se deu bem. Numa partida que começou pegando fogo com boas jogadas de ambos os lados o Flames abriu o score com Stephane Yelle. Dion Phaneuf aumentou a vantagem dos Flames e Ryane Clowe descontou em um vacilo do goleiro Mikka Kiprusoff. Os Sharks dominaram grande parte do 2° período mas quem marcou foram os Flames, Stephane Yelle marcou seu segundo gol da noite. No período final os Sharks pressionaram bastante mas conseguiram apenas um gol com Ryan Clowe, o segundo gol de Clowe e o segundo dos Sharks no jogo.

Continue Lendo

Playoffs 2008 - Previews

CONFERÊNCIA LESTE:

MONTREAL CANADIENS
Durante a temporada regular: O time de Montreal durante a primeira metade da temporada alternou bons e maus resultados, sendo um time muito inconstante. Mas a partir do mês de fevereiro o time embalou, atropelou os rivais da divisão e ficou em primeiro lugar na mesma. Foi o time que mais gols fez em toda NHL.
Pontos fortes da equipe: Os Habs, como são conhecidos, tem um time muito bem balanceado. Todas as linhas são importantes para a equipe e sua principal arma é a velocidade no jogo de transição. Além disso, conta com todo o peso de sua camisa e sua torcida fanática.
Pontos fracos da equipe: A pressão sobre o time, que não conquistava a divisão desde a temporada 92/93 é imensa e pode atrapalhar. O goleiro Carey Price pode não agüentar, com seus 20 anos, a pressão dos playoffs. Não só ele, como a defesa que muitas vezes tem que suportar uma pressão enorme, por conta da ofensividade do time.
Jogadores que podem desequilibrar: O tricolor canadense não possui uma grande estrela, mas sim um grupo de bons jogadores. Mas podemos destacar entre eles Alex Kovalev, artilheiro do time, mais conhecido como “Mago”, o capitão Sako Koivu, único remanescente do último título em 1993 e o All-Star Andrei Markov, que mesmo sendo de defesa, tem quase 20 gols na temporada.
Aposta de Bruno: Nem os próprios torcedores esperavam uma campanha tão boa do time nessa temporada. Apesar de ainda faltar um homem para a hora da decisão, Montreal tem tudo para pelo menos chegar as finais da conferência.

PITTSBURGH PENGUINS:
Durante a temporada regular: O time do técnico quebcois Michel Therrien, teve uma temporada regular muito constante, oscilando entre as 6 primeiras posições do Leste, mesmo quando perdeu Crosby por um bom tempo, no qual Malkin “segurou as pontas”. E no fim ainda deu um “sprint”, não ficando no 1º lugar da Conferência por um 2 pontos.
Pontos fortes da equipe: A velocidade e precisão de seu ataque se destacam, em um time que possui dois jovens e ágeis jogadores de Centers e ainda teve a adição de Hossa e uma defesa firme, coordenada por Gonchar.
Pontos fracos da equipe: As possíveis contusões podem atrapalhar o time nesses playoffs. A estrela do time Crosby, ainda não está 100%, e o fato de ele e Malkin serem jovens, também pode atrapalhar.
Jogadores que podem desequilibrar: Sem dúvida, a super-promessa canadense Sidney Crosby e seu companheiro de posição, Evgeni Malkin, também jovem, e vice-artilheiro da NHL. Ainda temos como coadjuvantes Hossa e Sykora, no ataque e o experiente russo Gonchar na defesa.
Aposta de Bruno: É a aposta desse que vos fala para o título da Conferência Leste. Com um ataque rápido e uma defesa consistente, possui jogadores que podem aparecer para decidir. Se não tiver problemas com contusões, é o time a ser batido.

WASHINGTON CAPITALS
Durante a temporada regular: A equipe da capital americana começou a temporada vencendo 3 jogos seguidos, mas depoirs disso amargou 17 derrotas nos 18 jogos que teve em sequência. A equipe se mostrou irregular demais na temporada, conseguindo várias derrotas e vitórias consecutivas. Em Março a coisa mudou e o Capitals, liderado por Ovechkin e compania mostrou que ainda tinha fôlego para lutar por uma vaguinha nos playoffs. E foi o que aconteceu. A equipe venceu 11 de seus últimos 12 jogos e vence a divisão Sudeste, abocanhando o 3° lugar na classificação geral.
Pontos Fortes da equipe: a equipe tem um time bastante equilibrado mas o ataque conceterza é o ponto mais forte dom time. que com Alex Ovechkin, Niklas Backstrom e Alex Semin somados aos experientes Sergei Fedorov e Viktor Kozlov pordem causar grande estrago nas defesas adversárias. A equipe também conta com dois ótimos goleiros, Kolzig e Huet, esses último, vem jogando como titular e desde que chegou em Washington no dia limite de trocas, vem jogando muito bem.
Pontos Fracos da equipe: Os Capitals não possuem um ponto fraco exato, mas podemos dizer que a grande excitação por parte de alguns jogadores que estarão disputando os playoffs pela primeira vez pode afetar um pouco a equipe.
Jogadores que podem desiquilibrar: duas palavras dizem tudo: Alexander Ovechkin.
Aposta de Alexandre: deve chegar até as semi-finais de conferência.

NEW JERSEY DEVILS
Durante a temporada regular: O irmão mais novo dos times de Nova Iorque, com uma história recente fantástica na NHL, os Devils mantiveram uma campanha regular durante toda a temporada, alternando vitórias e derrotas. Mantiveram-se entre os oito classificados durante quase todo o tempo. Mas não vem encantando.
Pontos fortes da equipe: O forte da equipe é a sua defesa liderada por Brodeur. O time tomou apenas 197 gols em 82 jogos, o que resulta em uma boa média de 2,4 gols por jogo. Suas linhas 1 e 2 vem produzindo razoavelmente bem para o time.
Pontos fracos da equipe: No quesito “Pior Ataque do Leste”, só perde para o NY Islanders. O time de Newark fez pouco mais de 200 gols em toda temporada e só tem 4 atletas com mais de 20 gols marcados. E suas linhas 3 e 4 não andam produzindo nada.
Jogadores que podem desequilibrar: O goalie Martin Brodeur é o grande destaque do time. Com 14 temporadas de NHL nas costas, todas pelo Devils, é considerado o melhor goleiro do liga. O left wing Zach Parise, o center Patrick Elias e o right wing Brian Gionta são os principais jogadores do ataque.
Aposta de Bruno: Tem boas chances de passar pelo 1º round, apesar de fazer um duelo caseiro com o Rangers. Mas não deve passar nem perto da Stanley Cup, como foi no começo do século.

NEW YORK RANGERS
Durante a temporada regular: O time quatro vezes campeão da NHL, membro do Original Six chega para mais um ano nos Playoffs. Mas as coisas não foram nada fáceis esse ano. Jogando na dificílima Atlantic Division, o time de Nova Iorque começou bem a temporada, teve uma queda no meio dela e se recuperou nos últimos meses, ratificando a classificação.
Pontos fortes da equipe: O time tem jogadores experientes, como Jagr, que podem ser importantes em uma hora como essa. O goalie Lundqvist está em ótima fase, e pode segurar a barra. E o time vem embalado, com apenas uma derrota no tempo normal nos últimos 10 jogos.
Pontos fracos da equipe: Sem dúvida o ataque. O quarto pior de todo o Leste vem produzindo pouco, mesmo com um elenco longe do ruim. Para servir como base, os artilheiros do time Jagr e Drury tem apenas 25 gols cada. O artilheiro da liga, Alex Ovechkin possui mais de 60 gols. Outro problema é a equipe possuir a pior campanha fora de casa de toda NHL.
Jogadores que podem desequilibrar: O experiente RW e artilheiro do time Jaromer Jagr é uma das peças chaves no ataque do time, junto com Scott Gomez e Chris Drury. Na boa defesa da equipe, o jovem e ótimo goleiro Henrik Lundqvist é o principal jogador.
Aposta de Bruno: Apesar de ter passado em quinto lugar, terá dificuldades na pós-temporada. Se chegar à segunda rodada pode se dar por satisfeito. Ainda mais por provavelmente pegar o primeiro colocado da conferência na rodada seguinte, se vier a passar.

PHILADELPHIA FLYERS
Durante a temporada regular: a equipe do Flyers fez uma temporada semelhante a dos Capitals, mas o time jogou bem até a metade de Novembro. Após isso a irregularidade do time e principalmente de alguns jogadores fez com que o time caíse muito na tabela, chegando a ficar fora da classificação para os playoffs por alguns dias.
Pontos Fortes da equipe: A equipe tem um ótimo ataque, que com Daniel Briere e Mike Ricahrds, aliados agora com Vaclav Prospal podem causar bastante impacto. Martin Biron e Antero Niitiimaki são dois goleiros que mostraram muita segurança atuando e o Flyers precisa tirar proveito disso.
Pontos Fracos da equipe: As muitas penalidades sofridas pelos Flyers podem ser um grande problema quando eles enfrentarem uma equipe com uma boa linha de vantagem numérica.
Jogadores que podem desiquilibrar: Vários jogadores podem desiquilibrar, entre eles Daniel Briere, Mike Richards, Vaclav Prospal, Kimmo Timonen, e Joffrey Lupul.
Aposta de Alexandre: O time deve ser eliminado frente aos embalados Capitals.

OTTAWA SENATORS
Durante a temporada regular: Após o vice-campeonato ano passado, o Sens entrou com tudo esse ano, disparando no início da temporada, tanto na conferência como na divisão. Mas após o meio da temporada o time se perdeu em meio a contusões de Heatley e Spezza, e agora no fim de Alfredsson.
Pontos fortes da equipe: O poderio ofensivo de sua Linha 1, sem sombra de dúvida, que vem sofrendo contusões. O time de Ottawa é muito ofensivo, muitas vezes até pecando nesse ponto e deixando sua defesa aberta. Mas as defesas adversárias não podem dar bobeira com jogadores tão técnicos.
Pontos fracos da equipe: O time tem sido muito inconstante desde o meio da temporada regular. Outro possível é na defesa do time, mais precisamente na meta do Sens. Emery e Gerber não tem dado conta do recado. Outro problema é o time não ser tão bem balanceado. Tem uma Linha 1 fenomenal e as linhas 3 e 4 pouco produtivas.
Jogadores que podem desequilibrar: Com certeza a trinca ofensiva Alfredsson, Heatley e Spezza. Em qualquer momento do jogo eles podem fazer grandes jogadas e gols, decidindo a partida.
Aposta de Bruno: Apesar de não viver seu melhor momento, é um time com excelentes jogadores, com experiência de Stanley Cup, que não pode ser desprezado. Se resolverem jogar o que sabem, os times do Leste vão ter problemas.

BOSTON BRUINS
Durante a temporada regular: O time de Massachussets balançou entre a linha de classificação para os playoffs durante quase todo o ano. Mas nas últimas 20 rodadas ganhou a maioria dos jogos (Nos útlimos 10 jogos, ganhou 12 pontos dos 20 possíveis). Apesar de jogar em uma divisão em que 4 dos 5 times se classificaram, conseguiu sua vaga.
Pontos fortes da equipe: A experiência do time pode ajudar nesse momento. Sua torcida fanática e o peso de uma camisa que tem 5 Stanley Cup’s também. No mais, é difícil enxergar algo.
Pontos fracos da equipe: A relação produção do ataque x desempenho da defesa. O saldo do time é de menos 10. Ou seja, não possui um ataque tão produtivo e a defesa não é grande coisa. Um não compensa o outro. Fora o pior desempenho em casa entre os classificados do Leste.
Jogadores que podem desequilibrar: O capitão do time, o eslovaco Zdeno Chara, pode ser considerado um dos melhores defensores da NHL. Também o center Marc Savard apesar de ter apenas 15 gols, possui incríveis 63 assistências.
Aposta de Bruno: Deve ter muita dificuldade nos playoffs, ainda mais por ter se classificado em 8º na Conferência. Muito difícil que passe da 1ª rodada no Leste.


CONFERÊNCIA OESTE

DETROIT RED WINGS

Durante a temporada regular: O Detroit Red Wings chegou aos playoffs, como o melhor time de toda a NHL. É a equipe que se classificou em primeiro lugar na Conferência do Oeste, vencendo assim o título da Divisão Central; e o President´s Trophy, como a melhor equipe entre todas na liga. Terminou a temporada regular com 54W, 21L, 7OT e 115 Pontos.
Pontos fortes da equipe: É um time muito difícil de ser batido em seus domínios, e que mostra uma regularidade muito grande em todos os setores da equipe, tem um PP team muito eficiente e uma defesa sempre muito bem posicionada.
Pontos fracos da equipe: Sempre que estão nos playoffs o time de Detroit já entra com a pressão de reconquistar a Stanley Cup, em determinados momentos isso pode ser uma barreira nos planos do time de Hockeytown.
Jogadores que podem desequilibrar: Vários jogadores habilidosos, e que podem, e tem capacidade de desequilibrar a qualquer momento a favor do Wings, entre eles Zetterberg, Datsyuk, Lidstrom, Chelios, Rafalski e Hasek.
Aposta de Marcelu: Com o time que tem e toda a tradição a seu favor o Detroit Red Wings fará novamente mais uma final de Western Conference, porém o caminho para as finais esse ano será bem mais complicado do que foi no ano passado.

SAN JOSE SHARKS
Durante a temporada regular: O San Jose Sharks foi certamente o time sensação desse ano. Com uma campanha irrepreensível os Sharks se classificaram em segundo lugar na disputadíssima Conferência do Oeste, e levaram de quebra o título da Divisão do Pacífico. Terminou a temporada regular com 49W, 23L, 10OT e 108 Pontos.
Pontos fortes da equipe: Jogadores com experiência e que mesclados com novos talentos deram um padrão de jogo ao time californiano, bem mais competitivo do que foi nos playoffs da temporada passada. É um time que joga muito bem fora de seus domínios, sendo o time com o maior número de vitórias fora de casa, com 27 no total.
Pontos fracos da equipe: Os Sharks precisam confirmar nos playoffs a bela temporada que fizeram esse ano, o que com certeza irá aumentar a pressão e a cobrança em cima do time, e é aí que o time pode se perder no gelo, afinal, será que o fantasma da eliminação dos playoffs na temporada passada pode reaparecer e assombrar os tubarões?
Jogadores que podem desequilibrar: Entre os nomes conhecidos que disputaram uma grande temporada regular, estão: Marleau, Cheechoo, Roenick, Thornton, Campbell e Nabokov.
Aposta de Marcelu: Acredito que pelo conjunto da obra mostrado durante essa temporada, os Sharks merecem no mínimo uma final de Conferência, mas não será fácil, afinal vários times tradicionais estarão prontos para caçar os tubarões.

MINNESOTA WILD
Durante a temporada regular: O Minnesota Wild foi um time marcado pela consistência durante a temporada regular, e acabou se classificando em terceiro lugar na Conferência do Oeste, pelo fato de terem sido os campeões da Divisão Noroeste, superando outros times muito mais tradicionais como Colorado, Edmonton e Calgary. Terminou a temporada regular com 44W, 28L, 10OT e 98 Pontos.
Pontos fortes da eqipe: O Wild conta com alguns jogadores muito habilidosos, e entre eles há um ótimo entrosamento, mostrando também um padrão de jogo muito bem definido. Tem como ponto forte seu setor ofensivo. Apesar de ser uma franquia relativamente nova, o Wild tem conseguido se classificar para os playoffs constantemente.
Pontos fracos da equipe: Se o setor ofensivo é o ponto forte da equipe, o defensivo deixa a desejar em alguns momentos. O Wild não tem conseguido repetir em playoffs as atuações que tem durante as temporadas regulares, sendo eliminado, na maioria das vezes de maneira até relativamente fácil.
Jogadores que podem desequilibrar: Ótimos jogadores que podem ajudar o Wild a perder a fama de time que morre na praia, como Marian Gaborik, Brian Rolston, Pavol Demitra, Marc Pierre Bouchard e Niklas Backstrom.
Aposta de Marcelu: O Wild novamente nos playoffs...enfrentando o Colorado Avalanche...Se tudo acontecer como o previsto, não chegam nem às semifinais da Conferência do Oeste.

ANAHEIM DUCKS
Durante a temporada regular: O Anaheim Ducks viveu 2 momentos distintos nessa temporada regular, foi um time patético até boa parte da competição, quando ainda não contava com 2 de seus principais jogadores, Scott Niedermayer e Teemu Selanne, jogadores que até então não se sabia se iriam se aposentar ou não. Com o retorno deles à equipe, o time se recuperou e conseguiu algumas seqüências boas de vitórias. Mesmo com essa recuperação o time conseguiu “apenas” se classificar na quarta posição da Western Conference, muito abaixo do esperado para um time que conquistou a Stanley Cup na temporada passada. Terminou a temporada regular com 47W, 27L, 8OT e 102 Pontos.
Pontos fortes da equipe: A equipe possui ótimos defensores, que também atacam tão bem quanto defendem, e todos eles com grande rodagem na NHL. A equipe mais uma vez soube mesclar a experiência com a juventude. Dos times da conferência foi o que teve o melhor aproveitamento nos últimos 10 jogos da temporada, conquistando nesses jogos 8W e 2L. É outro time difícil de ser batido em seus domínios. O Anaheim Ducks foi a segunda defesa menos vazada da Conferência, atrás apenas do Detroit Red Wings. Foi também a equipe que mais disputou jogos de playoffs nos últimos 4 anos.
Pontos fracos da equipe: É um time que usa muito a força física, e que nem sempre a usa de maneira leal, rendendo à equipe um número excessivo de penalidades por jogo, muitas dessas, se tornando em gols para o time adversário. Vale lembrar que assim como no ano passado o Anaheim Ducks foi novamente o time que mais cedeu penalidades entre todas as outras equipes da NHL.
Jogadores que podem desequilibrar: Entre os vários jogadores que podem ser decisivos estão: Teemu Selanne, Scott Niedermayer, Corey Perry, Chris Pronger, Ryan Getzlaf e Jean-Sebastien Giguere.
Aposta de Marcelu: O Anaheim Ducks é um dos grandes favoritos para chegar novamente à final de sua Conferência e até das finais da Stanley Cup, mas o time desse ano não é nem sombra daquele time que venceu a Staley Cup da temporada 2006-2007.

DALLAS STARS
Durante a temporada regular: O Dallas Stars foi a equipe que se classificou na quinta posição na Conferência do Oeste, acabando na terceira posição da Divisão do Pacífico e assegurando a última vaga da divisão atrás do San Jose Sharks e do Anaheim Ducks. Terminou a temporada regular com 45W, 30L, 7OT e 97 Pontos.
Pontos fortes da equipe: A equipe possui um ótimo ataque, ficando atrás apenas do líder da Conferência em número de gols marcados, o Detroit Red Wings. Os Stars terminaram a temporada tendo feito 242 gols, já o Detroit marcou 257 gols. Possui jogadores experientes, e que conseguiram ser os maiores pontuadores da equipe durante a temporada regular.
Pontos fracos da equipe: Foi o time da Conferência do Oeste que terminou a temporada regular com a pior sequência de resultados nos últimos 10 jogos, sendo 3W, 5L e 2OT. E é justamente essa queda de rendimento que o time teve na parte final da temporada que pode complicá-lo nos playoffs, ou será que a cobrança pelo retorno dos bons resultados não está batendo à porta da equipe de Dallas??
Jogadores que podem desequilibrar: Jogadores importantes que fazem parte da equipe de Dallas: Mike Ribeiro, Mike Modano, Brad Richards, Brenden Morrow e Marty Turco.
Aposta de Marcelu: Acredito que o time de Dallas fará uma séria muito difícil contra os atuais campeões Anaheim Ducks, e que não passarão da primeira fase dos playoffs.

COLORADO AVALANCHE
Durante a temporada regular: Os Avs atuaram muito bem a temporada inteira. Um dos méritos para esse time é o modo como jogou mesmo sofrendo com ausências na equipe, que jogou com muita garra e soube administrar bem.
Pontos Fortes da equipe: A equipe tem um ataque poderosíssimo com Joe Sakic, Paul Stastny, Ryan Smyth e Peter Forsberg. Outro fator que está sendo importante na equipe e Jose Theodore, que enfim reencontrou sua boa fase e está jogando com bastante confiança.
Pontos Fracos da equipe: O Avalanche possui uma linha de vantagem numérica muito pouco efetiva e fez uma campanha muito ruim fora de casa, vencendo apenas 19 dos 41 jogos disputados.
Jogadores que podem desiquilibrar: Joe Sakic, Paul Stastny, Peter Forsberg, Ryan Smyth, Milan Hejduk e Jose Theodore.
Aposta de Alexandre: Acho que os Avs devem chegar até as semi-finais de conferência.

CALGARY FLAMES
Durante a temporada regular: Os Flames começaram muito mal esta temporada, perdendo jogos bobos e deixando de ganhar pontos importantes. O time só entrou no caminho certo apartir de Dezembro, onde eles jogaram bem até então.
Pontos Fortes da equipe: A equipe pssui um ataque razoável comando por Jarome Iginla ainda que alguns jogadores deixem a desejar. O time canadense ainda conta com a estrela Miikka Kiprusoff para segurar as pontas lá atrás.
Pontos Fracos da equipe: As linha especiais (de vantagem e desvantagem numérica) estão deixando muito a desejar nessa temporada e isso pode ser uma pedra no patins dos Flames. A equipe está entre as que mais cometem penalidades na liga, isso faz com que o time perca tempo defendendo sua meta e não tenha muitas chances de atacar.
Jogadores que podem desiquilibrar: Jarome Iginla, Miikka Kipusoff, Dion Phaneuf, Daymond Langkow e Alex Tanguay.
Aposta de Alexandre: O time deverá cair frente ao super San Jose Sharks.

NASHVILLE PREDATORS
Durante a temporada regular: O time do Tenesse não fez uma temporada muito boa, alternando entre vitórias e derrotas mas nos meses finais da temporada venceu partidas importantes e assegurou a última vaga no Oeste.
Pontos Fortes da equipe: A equipe não possui um ponto forte exato mas é bastante regular tanto na defesa como no ataque. No gol, Chris Mason e Dan Ellis vem fazendo boa temporada. No ataque, Jason Arnott e JP Dumont vem atuando muito bem e foram os jogadores mais importantes para o time na temporada regular. Outro fator importante é a linha de desvantagem numérica, a terceira melhor da liga com 85,8% de efetividade.
Pontos Fracos da equipe: Fora de casa o restrospecto dos Predators é desfavorável, foram apenas 18 vitórias em 41 jogos e a defesa, mesmo com os goleiros atuando bem, ainda deixa a desejar em alguns momentos.
Jogadores que podem desiquilibrar: Jason Arnott, JP Dumont, Martin Erat e Chris Mason.
Aposta de Alexandre: Deve perder para os Wings na primeira série.

Matéria feita por Alexandre Almeida, Marcelo Ferreira e Bruno Sader.

Continue Lendo

Enquanto isso na Europa... (Parte 3)


No dia do ínicio dos Palyoffs da NHL, as Ligas Européias tiveram mais um dia de altas emoções.
Depois de abrir 3 a 0 na série decisiva da Slovnaft, liga eslovaca, o Slovan desperdicou o terceiro "match-point" seguido contra Kosice, que jogando em casa, manteve o retrospecto de ser o melhor mandante da liga, e bateu em partida emocionante, na prorrogação o rival por 3 a2.


O time visitante, no sitck de Uram (Sersen, Hreus), abriu o placar no começo do no fim do primeiro período , mas em menos de 10 minutos na segunda parte o Kosice marcou duas vezes com Kmi (Huna, Javín) e Gron (Droppa). No fim do mesmo período Baček (Hreus) empatou para o Slovan. O jogo foi para a prorrogação e com apenas 3 minutos Faith (Bartoš) fez o gol da vitória.

A série agora volta para Bratislava na sexta-feira, para o sétimo e decisivo jogo da série final, às 12h, horário de Brasília. Resta saber agora se o Slovan vai conseguir parar o embalado Kosice, que está perto de uma virada históriaca.

___________________________________________

Assim como na Eslováquia, na Suécia, o segundo colocado na temporada regular vai supreendendo a todos, com duas vitórias e dois jogos contra o primeiro colocado durante o ano, o HV 71. O time em questão é o Linkoping, que bateu por 6 a 4, na segunda, o rival, pelo placar de 6 a 4, jogando em casa. Hoje no segundo jogo, na Kinnarps Arena, casa do HV 71, o time visitante abriu o placar no primeiro período, mas sofreu o empate na segunda parte. Mas eis que então Kim Staal recebe o puck na esquerda, aplica o famoso "drible da vaca" no right defense do adversário, e apenas "rola" para Patrik Zackrisson fuzilar no ângulo esquerdo e decretar a vitória de seu time. A série volta na sexta para a casa do Linkoping, às 13 horas, horário de Brasília.

Segue o link abaixo do canal sueco que transmite ao vivo os jogos em ótima qualidade.

Kanal 9: http://kanal5.se/web/kanalnio/sport/streaming



Bruno: Vai ser difícil ignorar esses jogos, mesmos com as finais da NHL. Uma overdose de Hóquei.

Continue Lendo
COPYRIGHT 2007/2009 - BLOG NHL BRASIL - POLÍTICA DE PRIVACIDADE