29 março 2008

OS CANDIDATOS – ADAMS TROPHY

O Troféu Adams é dado ao técnico da NHL, que mais contribuiu para o sucesso do seu time na temporada atual.


Mike Babcock – Detroit Red Wings.
Babcock substituiu o então técnico dos Wings, Dave Lewis, em 15 de julho de 2005. Antes disso foi o responsável por levar o então inexpressivo Anaheim Mighty Ducks (onde trabalhou de 2002 a 2004) às primeiras finais de Conferência Oeste, e posteriormente às primeiras finais de Stanley Cup da franquia em 2003, sendo vice campeão da NHL naquele ano, perdendo as finais para o New Jersey Devils. Tinha um histórico na carreira até o começo dessa temporada de 177 W, 97 L, 19 T e 38 OTL, e vive a pressão de conduzir os Wings novamente a uma conquista de Stanley Cup, coisa que não acontece desde a temporada 2001-2002. No dia 15 de Dezembro da atual temporada, Babcock conquistou a sua vitória de número 200 contra o Florida Panthers, e com a campanha à frente do Detroit, Babcock foi escolhido o técnico da Conferência do Oeste no All Star Game desse ano. O Detroit Red Wings sempre é um dos grandes favoritos ao título da Conferência Oeste, e querem a todo custo levar novamente a Stanley Cup para a Hockeytown.


Michel Therrien – Pittsburgh Penguins.
Therrien substituiu o então técnico dos Penguins, Ed Olczyk em 15 de dezembro de 2005. Antes disso dirigiu o time do Montreal Canadiens (de 2000 a 2003), mas nunca conseguiu um resultado expressivo nesse tempo em que ficou com os Habs. Se com os Habs, Therrien nunca conseguiu um resultado expressivo, com o Penguins, a história não tem sido diferente, e Therrien carrega consigo a sua própria cruz, que é o fato de nunca ter disputado uma final de conferência com os times que dirigiu. Tinha um histórico na carreira até o começo dessa temporada de 138 W, 130 L, 22 T e 33 OTL, vive a pressão de recolocar os Penguins no caminho das conquistas, e conta com a dupla Crosby e Malkin, para ajudá-lo a carregar esse fardo. Os Penguins mostram esse ano que tem chance de no mínimo abocanhar o título da Conferência do Leste, e quem sabe surpreender e levar a Stanley Cup de volta aos braços da cidade de Pittsburgh, acabando de vez com esse tabu que tanto vem perseguindo Michel Therrien.


Ron Wilson - San Jose Sharks.Wilson substituiu o então técnico dos Sharks, Darryl Sutter na metade da temporada de 2002-2003. Antes disso foi técnico do Anaheim Mighty Ducks de (1993 a 1997), do Washington Capitals (de 1997 a 2002) e está desde a temporada 2002-2003 no comando do San Jose Sharks. Wilson tem um recorde interessante em sua carreira, pois tornou-se o primeiro técnico da NHL que teve seu time eliminado pelo mesmo adversário em 3 ocasiões, (Wilson tem como seu algoz o time do Detroit Red Wings), responsável primeiro pela eliminação do Anaheim Mighty Ducks na segunda rodada dos playoffs da temporada 1996-1997, depois com o Washington Capitals perdendo as finais da Stanley Cup da temporada 1997-1998, e por último pela eliminação dos Sharks na segunda rodada dos playoffs da temporada passada. Em 1 de março de 2008, Wilson tornou-se o técnico da franquia de San Jose com o maior número de vitórias, alcançando a marca de 193 vitórias, ultrapassando seu antecessor Darryl Suter que detinha o recorde de 192 vitórias. Tinha um histórico na carreira até o começo dessa temporada de 469 W, 403 L, 101 T e 36 OTL. Esse ano acaba de sagrar-se campeão da divisão do pacífico antecipadamente, e faz um trabalho excepcional com o San Jose Sharks entrando como um dos fortes favoritos na briga primeiro pela Conferência do Oeste , e depois pela Stanley Cup.


Guy Carbonneau – Montreal Canadiens.
Carbonneau assumiu os Canadiens na temporada passada, quando o GM dos Habs, Bob Gainey ocupava o cargo de técnico interino da equipe, após demitir Claude Julien do posto de técnico. Carbonneau tem uma identificação imensa com a cidade de Montreal e os fans dos Canadiens, pois em sua carreira como jogador defendeu as cores da equipe do Habs durante 12 temporadas. O Montreal é a primeira experiência de Carbonneau como técnico, que tem um histórico na carreira até o começo dessa temporada de 42 W, 34 L e 6 OTL. Carbonneau é sem dúvida um dos técnicos em maior ascensão na NHL, afinal esse ano disputa ponto a ponto com os Penguins a liderança da Conferência Leste, muito diferente do ano passado em que nem conseguiu classificar os Habs para os playoffs. O Montreal Canadiens vem forte para os playoffs, e cheios de vontade de reconquistar a Stanley Cup novamente.


Marcelu tem como opinião formada o fato de que o San Jose Sharks e o Montreal Canadiens são os melhores times da NHL no momento...






4 comentários:

Alexandre Almeida disse...

POHA Marcelão! sem comentários, grande matéria kra! Hart postada ainda hoje heheheh

abração!

30 de março de 2008 15:11
Eduardo Costa disse...

Boa!!
Complicada essa. Babs ou Carbonneau... Complicado :(

30 de março de 2008 22:41
Bruno Sader disse...

Carbonneau = Klismman(como técnico) do Hoquei

A evolução do time se deve muito mais a subida de produção de jogadores como Kovalev, Plekanec e Higgins. Ele tem mérito com a formação do grupo e por ter moral pra gritar com qualquer um. Mas como estrategista é brincadeira...

1 de abril de 2008 19:54
Fábio disse...

Cara, esse 4 são fortíssimos candidatos, mas acho que vocês estão esquecendo de Bruce Boudreau do Washington que junto com AO deu arrancada no fim da temporada e levou o time ao título da divisão e consequentemente aos playoffs

9 de abril de 2008 01:45
COPYRIGHT 2007/2009 - BLOG NHL BRASIL - POLÍTICA DE PRIVACIDADE