03 abril 2009

A NHL pune o Toronto Maple Leafs

A NHL numa decisão acertada resolve punir o Toronto Maple Leafs...

...uma multa de U$ 500.000 dólares e privá-lo de seu direito de escolha de quarta rodada do Draft de 2009. Essa foi a decisão da NHL para o Toronto Maple Leafs, pois segundo a liga a equipe canadense manipulou a assinatura do defensor sueco Jonas Frogren durante o Draft.

“ – O Toronto Maple Leafs reconhece e pede desculpas pelo erro de julgamento.” Disse Brian Burke, atual GM da equipe, durante um breve comunicado distribuído durante o jogo entre Philadelphia Flyers x Toronto Maple Leafs na última quarta feira à noite.

“ – O clube aceita a pena aplicada pela liga e não fará mais comentários sobre o caso.” Encerrou Burke. Cliff Fletcher, ex GM da equipe foi o responsável pela aquisição de Frogen durante o verão passado. Bill Daly, um dos executivos da NHL divulgou a punição na quarta feira durante uma entrevista à rede de TV TSN.

Frogren, que estava na lista de lesionados desde o início de Março, ainda estava com seu contrato em vigor com um clube da liga sueca antes de aderir-se ao Leafs. A operação aparentemente violou o acordo coletivo entre clube e a liga (NHL).

Foto: xtremehockey.files.wordpress.com/

Marcelu lamenta que a temporada fracassada dos Leafs termine dessa maneira...

3 comentários:

Fernnando disse...

É, fizeram conscientemente, afinal aceitaram a multa imposta sem reclamacoes.

Mas marcelu, o jogador frogren continua no leafs mesmo assim?

abraco

4 de abril de 2009 01:29
Marcelu Ferreira disse...

Então Fernnando o jogador Frogen estaria liberado para atuar pelo Leafs até que a NHL desse seu parecer final sobre o caso, ele até já anotou seu 1º gol da carreira na NHL em jogo contra os Penguins em dezembro passado.

O caso é que foi noticiado que o jogador rescindiu seu contrato com sua antiga equipe sueca, o Farjestad, pagando sua rescisão com o dinheiro recebido no contrato assinado com o Leafs.

Outro problema: para a NHL, Frogren seria um rookie e deveria ter recebido um "entry level contract", ou algo como um contrato de entrada, de 1 ano por um valor razoavelmente baixo. Porém os Leafs ofereceram ao jogador um contrato de agente livre irrestrito, de 2 anos e de U$ 2.100 milhões.

Resumindo: Os Leafs erraram 2 vezes, em assinar com um jogador que ainda estava com vínculos com outra equipe (Farjestad) e oferecer um contrato de valor superior ao que a liga determinou, para que o jogador pudesse pagar sua rescisão com o antigo clube...

É isso ae...

Abraço!

4 de abril de 2009 14:04
Fernnando disse...

Ah ta, compreendi agora marcelu, vlw ae pela explicacao xD

deu pra perceber q a merda que o leafs fez foi maior do q eu imaginava hahahah

abraco

4 de abril de 2009 16:12
COPYRIGHT 2007/2009 - BLOG NHL BRASIL - POLÍTICA DE PRIVACIDADE