27 novembro 2009

Shanahan, novo aposentado


Após 21 temporadas em sua carreira, a qual está quase certa para entrar ao ‘Hall  of Fame’, Brendan Shanahan (na foto, fonte: http://blog.nj.com) se aposenta da NHL. O atacante de 40 anos "abriu o jogo" na terça-feira passada (17), depois de passar um tempo no campo de treinamento do New Jersey Devils, equipe que o acolheu no 'draft' de 1987 (2nd overall), assim como seu último jogo

 Ao todo, o 'left winger' registrou 1.354 pontos e 2.489 'penalty minutes' em 1.524 partidas válidas pela 'National Hockey League'. Além do Devils, seu início e fim, ele teve passagem pelo St. Louis Blues, Hartford Whalers, Detroit Red Wings e New York Rangers – onde também fez grandes amizades.

Sua história pela principal liga entre clubes de 'ice-hockey' não pára por aí, suas conquistas são invejáveis para muitos. Nela, registrou grandes feitos, como: 11º colocado na lista de artilheiros (656 gols), único jogador a ultrapassar juntamente 600 gols e 2.000 minutos de penalidade, oito convocações para participar do 'All-Star Game' e, ainda, venceu três vezes a 'Stanley Cup' (todas elas pelo Red Wings).

"Eu gostaria de agradecer à minha família e todos os meus amigos que me ajudaram a alcançar e manter meu sonho de infância de jogar na National Hockey League", disse Shanahan a um comunicado divulgado pela NHL, que ainda articula: "Embora (eu) sempre (tenha) sonhado em jogar na NHL, não posso dizer honestamente que nunca teria imaginado que estaria feliz e abençoado. Gostaria de agradecer sinceramente a todos que me ajudaram a realizar esse sonho."

Porém, se depender da NHLPA (Associação de Jogadores da NHL), Brendan não se desligará totalmente do campeonato que te deu tantas glórias. A razão disso é que muitos dirigentes foram demitidos ultimamente, inclusive o diretor-executivo, Paul Kelly. Como não há um profissional, já dentro, que corresponda tal cargo de Kelly, Donald Fehr (diretor-executivo da MLBPA – Major League Baseball Players Association) foi contratado para auxiliar na busca incessante de alguém que ocupe este emprego.

Contudo, o apontamento de Brendan Shanahan para novo diretor-executivo não vem à toa. Ele teve papel fundamental numa reunião de conselho realizada durante o polêmico bloqueio da NHL, na edição de 2004-2005, bolando várias sugestões que levaram a mudanças nas regras, após um novo contrato coletivo.

Steve Valiquette, goleiro reserva do New York Rangers e representante do grupo dos jogadores profissionais da NHL, ficou animado com a possível vinda de Shanahan à associação: "Shanny é um líder de ponta a ponta, então sua liderança será valiosa em qualquer aptidão."; "Ele poderia fazer um milhão de coisas que influenciariam no hockey. Ele irá fazer algo grande no hockey, vocês vão ver."

"Eu não achei que ele fosse se aposentar. Pensava que ele fosse voltar e jogar ainda." – comentou Valiquette, agora sobre o encerramento da carreira de Shanahan dentro dos rinques de gelo. "Alguns times estavam olhando pra ele e estou certo de que ele tinha opções, por isso estou surpreso que ele não esteja jogando."

"Grande jogador e grande profissional", pronunciou o antigo treinador do Rangers, Tom Renney, à 'The Associated Press' via e-mail. "Vasta compreensão dentro do jogo, e muito útil na função de jogador/treinador. Eu o via como um líder superior que se preocupava mais em ganhar do que qualquer outra coisa, mas tinha grande orgulho em ajudar jovens jogadores a crescer."

Ainda finalizou: "O jogo é melhor por ter tido Brendan nele e vai continuar (a ser) enquanto ele ficar envolvido."

2 comentários:

Fernnando disse...

É foda ver esses caras da antiga pendurando os patins, mas a vida segue, daqui um tempo estaremos comentando a aposentadoria de Crosby, Ovechkin e por ae vai

28 de novembro de 2009 00:06
Juan Valencia disse...

Tomará que ele ganhe um trampo mesmo na NHLPA, ele merece!
Foi uma honra pra mim ver um cara como ele vestir a blueshirt!

29 de novembro de 2009 18:36
COPYRIGHT 2007/2009 - BLOG NHL BRASIL - POLÍTICA DE PRIVACIDADE